quinta-feira, 17 de setembro de 2009

cáctus


Um comentário:

J. R. Franco disse...

Caríssimo Sérgio: às vêzes me sinto como um cactus, com as minhas defesas, mas na maior parte do tempo sou uma singela flor, como essas tão belas que você eterniza nas suas fotos. Parabéns e continua sempre...